Outubro – Outono (Nunca é demais recordar…)

Apesar da “aparente” falta de trabalho na apicultura, ou por outras palavras, da diminuição do stress do apicultor por tarefas urgentes, surge o período em que muitas vezes a falta de zelo leva a que haja maus resultados no ano seguinte. Muito se tem falado sobre o assunto ao longo dos últimos anos, mas nunca é demais recordar… Fica o meu testemunho.

Em Outubro as temperaturas tendem em baixar, e muito possivelmente as primeiras geadas ou manhãs “muito” frescas aparecem, cada ano é um ano. As reversas nas colmeias podem baixar drasticamente, principalmente devido às grandes populações de abelhas que entram no Outono, as flores estão em baixa em muitas zonas do país.

A visita de Outubro é essencial.

O apicultor deve prevenir e controlar a Varroa, isso não há dúvida. Mas têm surgido testemunhos sobre o método da redução das entradas das colmeias; apoio inteiramente este método. Esse maneio reduz a probabilidade de pilhagens, mas também ajuda as abelhas a controlar a temperatura na colmeia. Estou aliás num processo progressivo de tornar essas entradas reduzidas definitivas.

As visitas devem ser feitas preferencialmente, ou obrigatoriamente, muito perto e depois de almoço, aproveitando  os dias que ainda têm algum sol e cujas temperaturas máximas conseguem atingir níveis aceitáveis. Muito cuidado com o vento, pois os dias de vento tendem a baixar a temperatura real ao abrir as colmeias. O lema nesta altura é: “Na dúvida, voltam amanhã…” (Quando se tem muitos apiários, ou o(s) apiário(s) está(ão) longe, o lema é chato, eu sei…).

Nesta visita devemos verificar o estado de saúde das abelhas, pois sem varroa, pode haver outros problemas de saúde que devem ser controlados. Há colegas apicultores que gostam de suplementos alimentares, não discuto essas opções, mas optando por isso, agora é a altura ideal para administrá-los.

Um aviso mais pessoal: “Não tratem doenças que não existem nos vossos apiários…“. Isso prejudica todos os apicultores; não só os vossos apiários.

Nesta visita as colmeias mais leves devem ser alimentadas com alimento de manutenção, mesmo que em certas zonas do país, elas estejam a ser estimuladas, mas cada zona o seu maneio.

Para uma melhor apicultura e para bem de todos os apicultores, estejam atentos…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s