Varroa 2019 – O controlo essencial.

Como estamos ainda de 5 semanas a 2 meses da cresta, porque por aqui a Silva (Rubus) está em força, e o Castanheiro (Castanea Sativa) está a despontar, temos obrigação de verificar o pior inimigo do Apicultor: A Varroa.

Infelizmente depois de 4 apiários com 0%-1.2% nas amostras, surge este. São perto de 200 abelhas, mas nem me atrevo a contar as varroas; aliás sei quantas são, mas deixo ao critério de cada um com a foto.

Antes de avançar deixem-me alertar que após umas quantas amostras, é o segundo apiário com o mesmo problema. No anterior apiário foi detectado este aumento há 3 semanas. E é crucial referir que repeti a amostra em outras duas colmeias para poder ter a certeza do facto. Outra informação importante é o facto de repetir as amostras numa média de uma amostra por mês em cada apiário.

Primeiro pensamento:

O tratamento foi ineficaz.

Não pode ser, porque todos os apiários foram tratados na mesma época no início da Primavera na mesma semana, com o mesmo tratamento, e há um acompanhamento mensal de cada apiário. Neste caso a última amostra tinha 0.6%.!

Segundo pensamento:

O tratamento será sendo biológico (só uso biológico) não é eficiente.

Não pode ser, porque todos os apiários foram tratados da mesma forma. Alguns apiários não demonstram aumento significativo de varroa há mais de 3 meses (desde o tratamento com considerado oficial)

Terceiro pensamento:

Sem razão conclusiva.

Aqui está o que eu acho mais provável, seja por razões de apiários vizinhos com tratamento ineficaz ou com ausência de tratamentos, seja por razões de local propício ao ácaro, seja por razões de maneio ou seja por um conjunto de fatores diversos…

O que se deve fazer mesmo, é controlar e atuar. Caso contrário, na próxima cresta ou logo depois, haveria surpresas desagradáveis e o bom português iria inventar todas as causas possíveis imagináveis, desde o CCD, aos pesticidas ou mesmo vizinhos mal intencionados. Mas afinal a culpa seria de certeza nossa. Está aqui a prova.

Solução: Neste caso antecipar a cresta e tratar novamente de modo quase urgente…

Anúncios

3 thoughts on “Varroa 2019 – O controlo essencial.

  1. Obrigado pela resposta.
    A 3 opção parece viável no meu caso que tenho poucas…tenho só que arranjar forma para depois saber a que colmeias pertence determinada alça.
    Acho que vou ter que fazer um tratamento flash já no inicio de Julho… domingo a domingo com thimovar. O problema poderão ser as temperaturas…
    Mais uma vez obrigado pela ajuda.

    Liked by 1 person

    1. Boa noite João. Tem razão. De um modo geral existem três opções:
      Opt 1 – A Primavera acabou e o mel está pronto para ser crestado. Solução ideal. Neste caso pode ser antecipado em relação ao previsto por parte do apicultor, por questões de disponibilidade de ajudantes e/ou da própria vida.
      Opt 2 – Há mel desoperculado, que no meu caso está quase só na última meia alça. Cresto as restantes e deixo essa meia alça, trocando alguns quadros que estejam prontos com outros que não.
      Opt 3 – O pior caso, com demasiado mel exposto. Dá trabalho, mas é possível. No entanto esta situação só acontece quando há mau controlo e tratamento no início da Primavera. Escolhe-se uma colmeia ou duas bem fortes que servirão de armazém onde depositamos todas as meias alças durante uma semana. Depois voltam para as colmeias tratadas e tratamos essas.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s